Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/01/2016

BREIQUINGUE NIUZ: A família Kim não se poupa a despesas no fogo de artifício

Fogo de artifício do Querido Líder Kim Jong-Un 
A Coreia do Norte anunciou que fez explodir a sua primeira bomba de hidrogénio, muito mais potente do que as bombas nucleares convencionais, para comemorar o aniversário do Querido Líder no próximo dia 8 ou, talvez, os sucessos da sua versão de comunismo, um regime que Bernardino Soares, o camarada presidente da câmara de Loures, não tem a certeza de não ser uma democracia, sucessos que fizeram do reino um dos países mais miseráveis do mundo.

Aditamento:
Entretanto, no debate com a berloquista Marisa Matias, Edgar Silva, o ex-padre que trocou a fé em Jesus Cristo pela fé em José Estaline, também confessou ter as mesmas dúvidas do seu camarada Bernardino Soares.

1 comentário:

Anónimo disse...

Já estive para escrever, mas desta vez não passa.
Edgar Silva "sabe-a toda" por dois motivos:
1o — foi padre, absorveu os ensinamentos da organização mais durável do planeta.
2o — é comunista, absorveu os ensinamentos da organização mais criminosa do planeta.
Felismente que, tal como eu, há-de morrer.
Espero que sem fazer mais estragos.