Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

15/10/2017

Lost in translation (298) - Entraves ao pluralismo em socialês

«Entraves ao pluralismo levam serviços da ERC a propor chumbo ao negócio Altice-TVI»

«Relatório preliminar dos serviços do regulador dos media identifica possíveis entraves ao pluralismo e à diversidade no mercado se a compra da TVI pela Altice avançar nos moldes anunciados. Documento ainda está a ser finalizado e o Conselho Regulador da ERC pediu mais uma semana para anunciar a sua decisão

Tendo em vista que a ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social foi criada em 2005 em pleno consolado socratês, um consolado que assistiu à mais vasta tentativa de controlo dos mídia por um governo desde dona Maria II, governo do qual foi Ministro de Estado e da Administração Interna António Costa, o actual primeiro-ministro que tem como ajudante na Defesa Azeredo Lopes, primeiro presidente da ERC, nomeado por coincidência por José Sócrates, a expressão «entraves ao pluralismo» no dialecto socialês pode ser traduzido como «há dúvidas que a TVI controlada pela Altice possa ser usada como uma câmara de eco do governo do nosso primeiro Costa».

Sem comentários: