Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/04/2011

SERVIÇO PÚBLICO: Serviço público de televisão? O que é isso?

Isso é também um reality show com «semelhanças com o de ‘Big Brother’: 13 pessoas, 24 câmaras, 90 dias, 24 horas … com uma forte componente multiplataforma e interactiva». Esclarecido? E não venham com mas. Que o serviço público custa isto, que custa aquilo (uns quase 3 mil milhões nos últimos 10 anos em taxas de contribuição audiovisual, indemnizações compensatórias e aumentos de capital). A coisa não tem preço. Ponto final.

Sem comentários: