Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

01/04/2011

SERVIÇO PÚBLICO: O dia das mentiras é quando o ministro quiser

Na véspera do dia das mentiras, um dia adiantado para o tipo de comunicação que fez, Teixeira dos Santos justificou «a revisão em alta do défice para os 8,6 por cento com as mudanças metodológicas do Eurostat e que levaram à inclusão de três empresas de transporte e à consideração dos impactos da intervenção do Estado no sistema financeiro, nomeadamente nos casos do BPN e do BPP», como «alterações metodológicas [equivalentes a] mudar o marcador muito depois do jogo ter acabado».

Segundo o Eurostat, estas regras foram definidas em Fevereiro de 2000, isto é cinco anos antes do ministro Teixeira dos Santos começar o seu jogo.

Sem comentários: