Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

26/02/2019

ACREDITE SE QUISER: Para os cépticos que pensavam que Guterres não faria diferença nenhuma na ONU (3)

Outras diferenças que Guterres não fez.


O assessor especial de Guterres para a prevenção do genocídio (como é que será que se previne o genocídio?), Adama Dieng, foi encarregado de «definir uma estratégia e apresentar um plano global de acção" para combater o discurso de ódio, revelou Guterres na 40.ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

O Conselho de Direitos Humanos tem entre os seus 47 membros países tão respeitadores dos direitos humanos como: Arábia Saudita, China, Cuba, Egipto, Venezuela.

Irá Guterres encarregar o seu assessor especial de criar um discurso do amor, uma espécie de newspeak, em alternativa ao discurso do ódio? E porque não um comissário do amor, uma espécie de Miniluv da Oceania orwelliana?

Picareta falante uma vez, picareta falante sempre.

5 comentários:

Bilder disse...

Ainda o vamos ver a beijar algum Iman (e o papa Chico) na boca.

PSC disse...

Uma Inutilidade!
Porque não vai para frade?
Estaria bem melhor!

Anónimo disse...

E também já está a tratar de fazer com que a Bélgica peça desculpa pela colonização.
https://fr.sputniknews.com/international/201902251040161673-belgique-passe-colonial-experts-onu/

A seguir vamos ser nós. Sim, porque o Enfant gãté que manda em frança já tratou de afirmar que a colonização francesa foi um crime contra a humanidade.

Anónimo disse...

O Guterres é, e será sempre, um fala-barato, um incompetente sem fibra nem vontade. Já nos esquecemos de como ele fugiu aos saltos do "pântano"?
Se estivesse à frente da ONU um desses kontroleiros com vontade de mostrar serviço, a coisa seria bem pior. À frente de uma organização tão perniciosa quanto a ONU deve estar o sujeito mais incompetente que se consiga arranjar. A ver se aquilo implode por dentro...

Unknown disse...

VPV sobre esse beato falso :" Um homem fraco, influenciável, indeciso e superficial".
O homem de palha ideal, obediente e servil ao(s) amo(s)...