Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/05/2013

A FAO ensandeceu ou sou eu que estou a ver mal?

Segundo a televisão do Estado cubano, via a agência de notícias do Estado português citada pelo DN, José Graziano da Silva, director-geral da FAO, reconheceu em carta a Fidel Castro o cumprimento em Cuba da meta da reunião anual da FAO em 1996 em Roma para reduzir a metade o número de pessoas desnutridas até ao final de 2015.

Ora, considerando que a família Castro e o PCC ocupam o poder em Cuba há 54 anos, não haveria mais razão para a FAO responsabilizar a clique castrista e, quem sabe?, o comunismo tropical, pela subnutrição dos cubanos durantes todos estes anos?

Sem comentários: