Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

19/05/2005

DIÁRIO DE BORDO: uma onda de cagaço alastra pela Europa

64% dos alemães têm uma boa opinião de M. Chirac (o dobro dos franceses), quase a mesma percentagem dos que detestam Dubia. 58% acham o mesmo de Kofi Annan e mais de um terço adora Vladimir Putin. (ver Davids MEDIENKRITIK aqui)

Os governos francês e a alemão, devidamente suportados pelas respectivas opiniões públicas, ao mesmo tempo que querem condicionar a importação de cuecas chinesas, pretendem levantar o embargo da venda de armas à China, em vigor desde que os blindados comunistas passearam em cima dos manifestantes em Tiananmen.

Em França o NON à Constituição Europeia suporta-se precisamente nas razões opostas («a constituição é a nossa defesa contra o liberalismo», diz M. Chirac) às dos eurocépticos do outro lado do canal.

O governo português expropriou a Bombardier e pretende torrar milhões de euros dos nossos impostos na fornalha da CP a fazer carruagens para ocupar os 25 (vinte e cinco) desempregados que ficam para trás. Com esses milhões atrelará as carruagens ao comboio que nos vai mostrar uma luz no fundo do túnel? (ver Sérgio Figueiredo, aqui)

O cagaço é mau conselheiro.

Sem comentários: