Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/02/2005

TRIVIALIDADES: Passou-se alguma coisa ontem à noite?

Os blasfemos dedicaram 18 écrans à coisa, os marretas gastaram 7. No final das contas o que é que eu perdi? Foi isto?

Mas não ter visto não impede que não tenha opinião sobre o que não vi, se seguir o exemplo do doutor Anacleto Louça, «que não viu o debate mas recebeu um "resumo" por parte dos seus serviços de campanha» e ficou horas a perorar do seu púlpito homílias para os seus prosélitos que trabalham nos jornais.

Esclarecido isto, qual é a minha opinião? Só digo se a doutora Ana Drago antes vier aqui ao meu ouvido ciciar-me o "resumo".

Sem comentários: