Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/02/2005

ESTÓRIA E MORAL: O evangelho segundo o Analecto

Estória
«"É uma vergonha", comentou Francisco Louçã sobre o apelo do pároco de São João de Brito. O líder do Bloco de Esquerda acha condenável que um "padre utilize a Igreja para fazer campanha pelo PSD e pelo CDS/PP"» querendo dizer na dele que o padre exortava «os católicos a "aprovar por voto" a ética cristã que "promove a vida humana desde a concepção até à morte natural"».

O doutor Louça, ele próprio portador do petit nom «tele-evangelista», não acha natural que um sacerdote profissional, que faz pela vida a difundir a doutrina em que acredita, aconselhe as suas ovelhas a escolher de acordo com essa doutrina. O doutor Louçã acha natural que os seus correligionários jornalistas, a quem pagam para difundir factos objectivos, duma forma o mais possível neutra e imparcial, em vez disso produzam doutrina e sirvam de caixa de ressonância dos dislates que o doutor Louçã e outras luminárias produzem incansavelmente.

Moral
A fanatic is one who can't change his mind and won't change the subject (W. Churchill)

[o tele-evangelista proferindo a sua homilia, acolitado por dois camaradas - imagem confiscada ao representante da burguesia, o marreta WALDORF]

1 comentário:

MONKO disse...

NÃO ME BASTAVA A IURD E AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ! O NOJO POLITICO DO PADREKA,É UM COMPASSO DE ESPERA ATÉ SER MINISTRO COM A AJUDA DO PS.