Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/02/2005

SERVIÇO PÚBLICO: Uma Alemanha de cócoras apazigua o fundamentalismo islâmico

Ler a denúncia (tradução inglesa) de Matthias Dapfne, CEO da Axel Springer AG, no DIE WELT, da atitude de cobardia do governo alemão que culmina na ideia de criar um «feriado islâmico» [via Dissecting Leftism]

Ler a denúncia (em inglês) do alemão David Kaspar (blogue Davids Medienkritik] da forma grotesca e humilhante como foi representado George W. Bush no desfile de carnaval da cidade de Mainz, que receberá o presidente americano no próximo dia 23. O desfile foi expressamente apoiado pelo presidente da câmara local (do SPD). A figura de Bush parece inspirada na posição da esquerda alemã perante a ameaça soviética - better red than dead.

Sem comentários: