Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/04/2012

TIROU-ME AS PALAVRAS DA BOCA: «Será que ele já percebeu isso?»

«Mas não temos alternativa (aos cortes e às reformas difíceis). Ou melhor, até temos: a prazo seremos obrigados a sair do Euro (por convite ou a pontapé). A moeda única, sem transferências orçamentais, não aguenta diferenças tão acentuadas de produtividade entre centro e periferia. É por isso que Seguro pode mesmo ir parar ao Governo. Será que ele já percebeu isso?»

«Mais reformas ou a saída do Euro», Camilo Lourenço no negócios online

Sem comentários: