Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/06/2005

AVALIAÇÃO CONTÍNUA: uma singularidade cada vez mais plural

Secção Com a verdade me enganas

O Jaquinzinhos conta aqui a estória cada vez menos original do homem que tem duas opiniões: a opinião antes de ir para o governo e a opinião quando lá está.

Ao contrário do que possam imaginar, não estou a falar do professor Freitas do Amaral, nem do seu recente e inesperado penchant por Condy, a ajudante do Hitler ianque. Falo, fala o Jaquinzinhos, do professor Campos e Cunha a respeito dos malefícios da excessiva regulamentação do mercado de trabalho, nomeadamente do salário mínimo.

Ao professor Campos e Cunha, um outro visconde colado ao meio, atribuo 3 urracas, pela suspeita volubilidade.

Sem comentários: