Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

31/01/2006

SERVIÇO PÚBLICO e ARTIGO DEFUNTO: o crescimento orgânico da vaca e a inumeracia do jornalista

Segundo as contas do blasfemo Gabriel, a vaca marsupial pública teve no ano passado um aumento líquido de 4.401 utentes pendurados nas suas flácidas e escanzeladas tetas. Para quem queria «diminuir, em pelo menos 75 mil efectivos, o pessoal da Administração Pública, ao longo dos quatro anos de legislatura», está agora na posição de ter que diminuir em pelo menos 79.401 utentes ao longo dos três anos de legislatura que lhe restam.

En passant, regista também o blasfemo Gabriel as dificuldades aritméticas evidenciadas pelo jornalista do Diário de Notícias. É mais um que não sabe a tabuada.

Sem comentários: