Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

27/01/2006

DEIXAR DE DAR GRAXA PARA MUDAR DE VIDA: se não é estupidez, o que será?

Se, como até o ministro das Finanças já teve que reconhecer para a audiência da RTP, o estado napoleónico-estalinista não garante, nem pode garantir, o pagamento futuro da reforma que hoje seria suposto garantir quando esportula aos portugueses as contribuições para a segurança social, o que leva «cerca de metade dos portugueses (a confiar) no Estado para assegurar as suas reformas»? (ver estudo da TNS Sofres, citado pelo DE).

Sem comentários: