Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/07/2022

Numa democracia defeituosa o chefe escolhe os deputados. Numa democracia funcional os deputados escolhem o chefe (3)

Continuação de (1) e (2)

Numa democracia avariada o Dr. Costa afasta os candidatos a deputados em quem não confia e escolhe os candidatos amigos.

Numa democracia funcional, o líder do partido e primeiro-ministro é escolhido pelos deputados eleitos.

«So it’s over: Boris Johnson has resigned after his new cabinet appointments turned against him. For a brief, mad moment he thought he’d press ahead anyway – but with 35 ministerial vacancies to fill he had to accept that, this time, there was no victory to be snatched from the jaws of defeat.» (Spectator)

Sem comentários: