Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/11/2017

Pro memoria (364) - Costa dos Afectos

Palavras para quê? É um artista português.

«O primeiro-ministro tem emoções, afinal. Mas tem apenas uma, a euforia em face de uma websummit. O que o homem suava de contente. Only human, after all.» escreve a Pluma Caprichosa, que, apesar de se ter disposto a limpar a folha do ex-primeiro-ministro (*), que está na primeira foto numa cena ternurenta com o actual, só agora se apercebeu do Costa dos Afectos cuidadosamente escondido dos olhares profanos.

(*) Já reconheceu que foi uma asneira e que o fez a pedido de Mário Soares.

Sem comentários: