Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/11/2017

DIÁRIO DE BORDO: E o Assange? Ainda falta muito?

Harvey Weinstein, Terry Richardson, Kevin Spacey, Dustin Hoffman, James Franco, Ben Affleck, Louis C.K e muitos outros (ver aqui uma lista de 40 nomes) foram acusados de assédio sexual anos depois, nalguns casos décadas depois dos actos.

Todos os dias são acrescentados novos nomes. Procuro o de Julian Assange, desde há seis anos com um pedido de extradição da Suécia - uma democracia falhada - por estupro e abuso sexual, e desde 2012 "refugiado" na embaixada em Londres do Equador - aquele país modelo de democracia. Em vão, até agora.

Actualização:
«Mensagens privadas trocadas através do Twitter revelam que o Wikileaks pediu ao filho do actual Presidente dos EUA para sugerir Julian Assange para o cargo de embaixador australiano em Washington» (Público). Vamos ver se com isto adicionam o Julian à lista dos mal-comportados.

Sem comentários: