Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/07/2017

DIÁRIO DE BORDO: Senhor, concedei-nos a graça de não termos outros cinco anos de TV Marcelo (39) - É pior do que ele pensava

Outras preces.


Neste excerto de um artigo no Expresso Diário, Ricardo Costa, que conhecia Medina Carreira desde criança e com ele escreveu um livro a quatro mãos, evoca o seu comentário sobre o que disse Marcelo à SIC nesta entrevista a propósito da dívida pública.

Devo acrescentar um pensamento positivo ao que disse Marcelo e tanto preocupou Medina Carreira: tenho as maiores dúvidas que Marcelo acredite no que disse sobre a dívida pública (e sobre muitas outras coisas) e tenho a certeza que, ainda que tenha acreditado, não será preciso Cristo descer à terra para ele deixar de acreditar no que disse acreditar. Por isso, no lugar de Medina Carreira não teria ficado tão preocupado pelo que Marcelo disse.

Sem comentários: