Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/07/2017

CASE STUDY: Não deixem que os factos atrapalhem uma boa ideia

Expresso Diário
«Esta descoberta altera a nossa visão sobre a dinâmica de uma infecção de malária e pode revelar-se bastante relevante, tendo em conta a alarmante tendência de obesidade, inclusive em regiões endémica da doença».

Incidência da malária (fonte)

Fonte

Notas:
(1) Título inspirado neste artigo de Paulo Ferreira no Eco.
(2) Não está em causa a investigação, o seu resultado e a importância teórica para a compreensão da malária e do seu tratamento. Está em dúvida a importância da sua aplicação prática no combate à malária, importância que está a ser trombeteada pelos mídia sempre disponíveis para afagar o carente ego lusitano.

1 comentário:

Anónimo disse...

Em regiões endémicas de que doença? Obesidade ou Malária?
Comparem, nos bonecos, a península Arábica.

A bebedeira de absinto está a alastrar. A fome também.