Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/07/2017

CASE STUDY: Câmara de Lisboa – a obra feita de Costa, Medina & Salgado

Estão em curso no DIAP (Departamento de Investigação e Acção Penal) inquéritos sobre aprovações durante os mandatos de Costa e Medina, com Manuel Salgado como vereador do Urbanismo: a construção da Torre das Picoas e as obras de ampliação do Hospital da Luz (na altura pertencia ao GES, presidido por Ricardo Salgado, primo do vereador).

A esses casos juntam-se outros como a construção de um edifício de escritórios de 17 andares nas Picoas inicialmente aprovado apenas para 7 andares, num terreno de uma empresa ligada ao BES.
E outras batotices como a transferência da gestão de vários edifícios da câmara para a Associação de Turismo de Lisboa (ATL) para fintar o escrutínio da oposição, da Assembleia Municipal e do Tribunal de Contas.

(Leia aqui uma descrição mais extensa da obra feita)

1 comentário:

Anónimo disse...

A destruição do Quartel dos Bombeiros, com poucos anos de uso, é um crime de bradar aos Céus. Filhos de uma égua sarnosa!