Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/08/2005

SERVIÇO PÚBLICO: eles comem tudo e não deixam nada (2)

Há pouco mais de 2 meses escrevi aqui que «a revista mensal do maior sindicato alemão IG Metall» apresentou uma capa com o sugestivo título «Empresas americanas na Alemanha - Os sanguessugas», a pretexto do controlo que empresas multinacionais americanas têm sobre empresas alemãs.



Convenientemente, o IG Metall esqueceu então os inúmeros casos em que o controlo se faz no sentido inverso. Certamente o IG Metall achará agora normal o anúncio da compra pela alemã Adidas-Salomon, por US$ 3.800 milhões, da americana Reebok com o objectivo expresso de competir directamente com a Nike.

Sem comentários: