Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/04/2018

O ruído do silêncio da gente honrada no PS é ensurdecedor (170) - De vez em quando ouve-se uma vozinha


Instrumento de corruptos e criminosos. Esta deve ser uma das poucas coisas em que concordo com La Pasionaria do PS. Regeneração? Como regenerar um partido em que os seus órgãos estão ocupados por uma maioria de corruptos e seus cúmplices, por acção ou omissão? Como regenerar um partido em que um ex-secretário-geral e actual presidente do parlamento não vê nada de reprovável no facto de um presidente do partido que empregou no Estado toda a família receba subsídios de viagem por viagens que não paga? Sem falar no governo, atestado de gente que carregou Sócrates ao colo ou, na melhor hipótese fechou os olhos.

E não me venham dizer que todos os partidos ou todos os políticos são iguais, porque não são. E, ainda que todos fossem iguais, alguns são mais iguais que os outros, como no Triunfo dos Porcos.

2 comentários:

Unknown disse...

"Too little, too late".
Sobretudo, vindo de quem vem...

RioD'oiro disse...

O PS não é "Instrumento de corruptos e criminosos."

O PS é a cabeça do polvo.