Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

24/04/2018

Lost in translation (304) - O senhorio dos senhorios



«Garantimos a todos os portugueses o direito a uma habitação adequada» disse Costa durante a apresentação da contra-reforma do arrendamento para habitação.

Sabendo que nem Costa, nem o governo, nem mesmo o Estado Sucial dispõe de meios (habitações para arrendar ou oferecer ou dinheiro para pagar as rendas aos senhorios) para garantir tal coisa, não percebi o enigma e recorri mais uma vez ao nosso tradutor automático (um web bot de AI com machine learning baseada numa Neural Network com acesso a servidores de Big Data), que me sugeriu a seguinte tradução:
«Vamos obrigar os senhorios a arrendarem as habitações que nós quisermos, a quem nós quisermos, pelo preço que nós entendermos. Ou melhor, estamos a pensar fazer isso e esperamos as reacções. Depois logo se vê. Até pode ser que se esqueçam.»

1 comentário:

Anónimo disse...

O Impertinências tem que ser feito por gente muito inteligente. Ver a última descoberta:

«... nosso tradutor automático (um web bot de AI com machine learning baseada numa Neural Network com acesso a servidores de Big Data)»

Mais ou menos como aquela do "meu filho é muito inteligente"...

abraços