Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

28/09/2017

ACREDITE SE QUISER: Agarrem-se que eu vou-me a ele

Pesquisa «"rui rio avança" site:pt»: Cerca de 6 720 resultados (0,39 segundos)


«Põe-se a hipótese de Rio avançar. Além do que ele próprio já disse sobre os tempos próprios para qualquer ação, remeto para o 'Canto de Ossanhá', de Vinicius, que Elis Regina tão bem interpretou: "O homem que diz "dou" / Não dá! / Porque quem dá mesmo/ Não diz! / O homem que diz "vou" / Não vai! / Porque quando foi / Já não quis!". Parece dedicada a Ruí Rio, mas não é.»

Henrique Monteiro no Expresso Diário

Por mim remeto para o terceiro verso do Fado Toninho.

Sem comentários: