Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

12/07/2014

O ruído do silêncio da gente honrada no PS é ensurdecedor (89) – Uma voz corajosa quebra o silêncio

Daniel Bessa, economista e ministro da Economia de António Guterres, durante uns escassos 6 meses, registe-se, classificou de «terrorista» a política de José Sócrates, que «começara lá atrás com outro engenheiro», e apontou o dedo ao seu mentor, o ministro anexo Vítor Constâncio, actualmente descansando da sua obra na sede do BCE em Frankfurt, que «proclamou endividai-vos até à morte».



Ver este vídeo aos 32 segundos

PS: De quem esperou vários anos para se manifestar com alguma clareza, não se pode dizer que tenha grande coragem. Contudo, considerando a escassez deste atributo entre os economistas mediáticos (os «200 palhaços que vão à televisão falar de economia») tenho de relevar a manifestação tardia.

1 comentário:

Dudu disse...

Há algum tempo que Bessa contou ter chamado a atenção de Guterres para o caminho que o País estava a trilhar. Guterres terá pedido aconselhamento a Constâncio o qual terá dito "a Europa nunca nos vai deixar cair".