Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

11/07/2014

CASE STUDY: A atracção por Belém - a lista dos que não se excluem não pára de crescer (4)

Ponto de situação:
  • Professor António Sampaio da Nóvoa, uma invenção do Dr. Mário Soares, pode ser descartada a todo o momento 
  • Dr. Santana Lopes, está escrito nas estrelas, hesita entre 2016 e 2021 
  • Dr. António Capucho, já se mostrou disponível e para não haver dúvidas acaba de declarar que votará no PS 
  • Professor Francisco Louçã, o tele-evangelista, não se exclui 
  • Dr. Durão Barroso, aka José Manuel Barroso, tenta fazer-se desejado, já colocou o palito no bolo 
  • Eng. António Guterres, acaba de anunciar que em teoria nunca se sabe
  • Professor Marcelo Rebelo de Sousa, só será candidato se Cristo descer à terra, mas como já desceu uma vez... 
E ainda,
  • Dr. Rui Rio admite candidatar-se se houver «muita gente que desejava mesmo e deposita muita confiança em mim»

Recordando a teoria conspirativa que inventei há 10 anos: é mais barato e mais agradável ser presidente da República do que líder da oposição, que implica suportar a travessia do deserto do poder, aguentar uma cambada de potenciais traidores escondendo as navalhas da traição nas calças da pouca-vergonha e suportar uma infinita corja de medíocres ansiando por uma sinecura, tudo isto apenas mitigado pelo séquito de seguidores incondicionais, que vai minguando, na medida em que mingua a esperança do governo de serviço cair.

Sem comentários: