Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

01/06/2011

CASE STUDY: Here we are, still (3)

[Continuação de (1) e (2)]


Os mercados não parecem muito preocupados com a cada vez mais provável indisponibilidade do querido líder para continuar à frente dos destinos do país. Sem prejuízo de continuarem a esperar um haircut substancial. Apesar dos investidores especuladores não lerem o (Im)pertinências, não vão na conversa porque, ao contrário do querido líder, metem o dinheiro onde põem a boca.

Sem comentários: