Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/06/2011

BLOGARIDADES: Serviço público pro bono

Uma das coisas mas irritantes quando se navega na blogosfera é esperar que uma página pesada se escoe lentamente pela fibra óptica mais rápida de sempre.

O site Numion permite calcular o tempo necessário para carregar uma webpage. À guisa de serviço público, fiz o teste para os meus blogues mais frequentados e os resultados em segundos são os seguintes:
(*) Recebi a seguinte mensagem do Explorer: “o publicador deste conteúdo não permite a sua apresentação numa frame”. Não faço ideia do que seja, mas parece-me um indício de obsessões persecutórias.

Os interessados em obter now-how? para tornar leve o pesado podem dirigir-se ao consultório do (Im)pertinências que mediante um fee apropriado dará umas dicas. Em contrapartida de um módico suplemento, as dicas podem incluir a leveza dos conteúdos, por exemplo: como transformar posts redondos com prosa rebarbativa e gongórica em posts acutilantes, como evitar manifestações gratuitas de erudição e conseguir com um pouco menos de erudição muito mais humor, como redigir um post elaboradíssimo com um estilo aparentemente espontâneo, cuidadosamente descuidado e salpicado de erros ortográficos, de pontuação e outros (consultoria em colaboração com maradona), etc.

Sem comentários: