Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/11/2020

DIÁRIO DE BORDO: Há 49 anos


Do septeto de Mile Davis fazia parte Keith Jarret, um pianista notável de que estou agora a ouvir Expectations, gravado no ano seguinte, e por isso me lembrei. No quarteto de Ornette Coleman tocava o contrabaixista Charlie Haden, igualmente notável, que a certa altura dedicou uma peça aos movimentos nacionalistas de Angola, Moçambique e Guiné. Seguiu-se a distribuição de panfletos contra a guerra colonial e um grande charivari que a polícia de choque, devidamente apupada pelos espectadores, aproveitou para invadir o pavilhão e distribuir umas cacetadas.

Sem comentários: