Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/08/2011

Mitos (50) – as teorias da conspiração sobre as agências de rating (IV)

[Continuação de (I), (II) e (III)]

«Nós não somos a Grécia, não somos Portugal», disse Obama. Os EU podem não ser a Grécia, nem Portugal, o que não impede as agências de rating de serem o que são, segundo as mais reputadas teorias da conspiração. O facto do Professor Doutor Marcelo, um conhecido especialista nestas coisas, já ter descoberto a «estratégia americana contra o Euro e contra a Europa», levou as agências a adoptar uma táctica de disfarce para simularem a sua independência: a Standard & Poors acaba de degradar a notação para a dívida americana de longo prazo de triple A (sem risco) para AA+.

Sem comentários: