Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/11/2008

NÓS VISTOS POR ELES: Falta de atractivo, dizem eles.

Segundo o estudo da Ernest & Young ontem divulgado sobre a atractividade no investimento directo estrangeiro (IDE) Portugal desce mais mais 3 lugares em 2007. Sabendo-se da importância do IDE para tornar a economia mais competitiva, aumentar as exportações e diminuir o défice da balança comercial e, em consequência, abrandar o ritmo de endividamento, a perda de atractividade é uma péssima perspectiva. A ineficiência da administração pública continua a ser um dos factores crónicos de desatractividade.

Sem comentários: