Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/06/2010

A maldição da tabuada (4) - meio por meio

Quando há alguns anos se fez no Instituto Superior Técnico uma prova de aferição (supõe-se aos alunos do 1.º ano duma cadeira de matemática) a pergunta de resposta múltipla ½ + ½ = ? foi mal respondida por 27 por cento dos alunos. Alguns destes alunos podem hoje estar a fazer os cálculos de betão armado dum qualquer pardieiro nos subúrbios.

O IST é uma escola ainda com algum prestígio e com médias de admissão relativamente elevadas. Imagine-se o estado dos neurónios e das sinapses de um aluno duma das universidades privadas do nível da Independente onde se graduou o nosso primeiro-ministro. Avolumam-se as minhas suspeitas sobre a génese dos nossos défices crónicos – será um problema de tabuada?

PS: Por falar em défices e tabuada, num ano suposto de forte contenção orçamental o défice primário das contas públicas de Janeiro a Maio deste ano aumentou 17,7% em relação ao período homólogo de 2009.

Sem comentários: