Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/06/2010

BREIQUINGUE NIUZ: na Grécia sê grego, na Hungria também

O actual primeiro-ministro húngaro empossado no dia 29 de Maio admite que a economia está numa situação muito grave e que falar de default não é exagerado. O anterior primeiro-ministro, responsável pela situação actual, garante que a Hungria está longe do default. A situação não é tão desesperada quanto a grega porque o endividamento é menor (78% contra 115%) e principalmente porque o governo húngaro ainda dispõe da bomba nuclear: pode desvalorizar o forint.

Sem comentários: