Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

28/09/2021

TIROU-ME AS PALAVRAS DA BOCA: Ficar acima das expectativas não é uma vitória. É uma derrota menos pesada do que o esperado

«Sublinho: perdeu as eleições. Rio e todo o espaço de centro-direita. Lamento este anti-clímax, mas na leitura nacional que se pode fazer destas eleições, o centro-direita perdeu-as: em número de câmaras, em número de autarcas e no somatório de votos. Outra vez. É certo que tem boas razões para festejar. Ganhar Lisboa é sempre um passo importante para ganhar o país, mas o pior que pode fazer é iludir-se que Lisboa é o país. Pior: que Rui Rio é Carlos Moedas. E são os perigos destas ilusões, à boleia do “ah, mas foi Rio que escolheu Moedas, tem que se lhe dar esse mérito” (...)

E reconheço: foi uma escolha de Rui Rio. Mas é sobretudo o contraste entre ambos, entre o que cada um deles representa que, à escala nacional, o PSD terá de avaliar (e o CDS também). Na dúvida perguntem-se: lançar Cristiano Ronaldo em campo, alguma fez de Lazlo Boloni o melhor treinador do mundo?»

Pedro Gomes Sanches no Expresso

1 comentário:

Anónimo disse...

Derrota...qual derrota? O que vai mudar com o Moedas? Nada,vai ficar tudo na mesma,é apenas mais outro xuxa . O problema principal da terreola está na totalidade podre decadente debochada função pública/entidades públicas. Em 47 anos ninguem e repito NINGUEM na função publica foi responsabilizado pela pessima prestação de serviços,e assim vai continuar eternamente. Se alguns pouquissimos funcionarios foram saneados foi por vingança ou apenas para manter fachada.
Derrota,ah ah ah! Quem ficou a ganhar foi o merdinas,a ''derrota'' limpa-lhe a folha,fica tudo esquecido sem responsabilidades,coisas do passado...e obviamente que brevemente irá ter um cargo estatal ainda superior e a ganhar mais do ganhava ou pensam vocês que foi o fim dele? Desenganem-se,o monhas vai brinda-lo brevemente com uma bela surpresa xuxa; ministro,secretário de estado ou trampa semelhante...
Xuxaria é maravilha e bem estar eterno,não existem derrotas.Mamar mamar mamar,e este povoleu podre ultra nojento adora porque é com o país xuxalista ao deus dará sem lei onde a pauperrima constituição nem sequer é minimamente cumpridaue lhes permite fazerem tudo o que querem e violarem a liberdade do próximo/direitos humanos.
Miséria e podridão eterna! Tá no sangue,não tem remédio!
Ass:Basilio xuxalhão.