Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

27/06/2022

Semanário de Bordo da Nau Catrineta comandada pelo Dr. Costa no caminho para o socialismo (20a)

Continuação das Crónicas: «da anunciada avaria irreparável da geringonça», «da avaria que a geringonça está a infligir ao País» e «da asfixia da sociedade civil pela Passarola de Costa». Outras edições do Semanário de Bordo.

Dr. Costa, demagogia e oportunismo

Que outra coisa se poderia dizer de um político que (1) por um lado, deixa sua freguesia eleitoral de funcionários públicos a perder poder de compra e, por outro, clama que as empresas aumentem os salários dos seus trabalhadores em 20% em quatro anos, e (2) numa semana diz ao Financial Times que tinha muitas dúvidas sobre a adesão da Ucrânia à UE e na semana seguinte, depois de Macron, Shultz e Dagri irem a Kiev, telefona a Zelensky a jurar a sua fé na adesão?

O governo socialista mostra que é sempre possível ir mais longe no desprestígio do Portugal dos Pequeninos

O Dr. Costa ofereceu à Ucrânia 15 blindados da centena e meia dos blindados descartados pelos EUA e comprados a preço da chuva pelas FA portuguesas nos anos 90. Os 15 blindados ainda não foram enviados porque o Exército não tem verba para pagar o seu transporte.

Boa Nova

Se por um lado o Dr. Costa não tem dinheiro para expedir os blindados, por outro, anuncia um «aumento histórico de pensões» em 2023. Se por um lado o Dr. Costa não tem dinheiro para financiar o SIRES e a empresa não está a pagar aos fornecedores, por outro anuncia pela boca do ministro que planeia gastar 150 milhões para ter SIRESP «mais robusto e resiliente».

A Dr. Temido é a heroína do socialismo

A Dr. Temido tem sido criticada por discriminar a saúde privada e por ter acabado com as PPP em quatro hospitais geridos pelos "privados", hospitais com melhor qualidade de serviço e um custo menor do que os hospitais de gestão pública. É um ponto de vista, mas há outros, como o que entende que a Dr.ª Temido «com o apoio incondicional do primeiro-ministro, salvou o socialismo da vergonha que as PPP lhe estavam a causar» (João Cerqueira no jornal Nascer do Sol)

Em defesa do SNS, sempre»

A Dr.ª Temido não apenas salvou o socialismo de vergonha como deu uma grande ajuda aos “privados”, como eles dizem, que entre muitas outras coisas fizeram 30% dos partos na Grande Lisboa, e viram o seu negócio prosperar colocando Portugal no terceiro lugar dos países europeus em que a despesa privada em saúde é mais elevada. Nada mal para quem vocifera que a saúde em Portugal é “tendencialmente gratuita”. Enquanto isso, a directora-geral da Saúde desaconselha o Bacalhau à Brás nos piqueniques e recomenda que não adoeçamos em Agosto.

O socialismo transforma a abundância em escassez

Uma das desculpas para o caos do SNS é a falta de médicos. Sabendo-se que Portugal tem a 8.ª maior densidade mundial de médicos, o que só é comparável ao 9.º lugar mundial na dívida pública, isso coloca o socialismo costista ao nível do socialismo chavista do Sr. Maduro que num país que tem as maiores reservas mundiais de petróleo já teve de receber combustível do Irão e dispondo de uma elevada precipitação e do rio Orinoco com o quarto maior caudal do mundo, deixa mais de 5 milhões de caraquenhos sem abastecimento regular de água.

Reembolsos do IRS, a medida do saque do Estado sucial aos contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira anunciou ter reembolsado até agora 2.420 milhões de euros de IRS, ou seja, quase um quinto do montante total cobrado foi injustificadamente retido pelo Estado sucial do Dr. Costa.

(Continua)

1 comentário:

Anónimo disse...

Qual daqueles dois é o mais aldrabão?