Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/12/2018

CASE STUDY: O assalto ao BCP pela clique socialista de José Sócrates onze anos depois

O (Im)pertinências dedicou cerca de uma centena de posts a este tema (por exemplo aqui), uma das maiores vergonhas do regime que envolveu além do maestro José Sócrates, homens de mão como Santos Ferreira e Vara, facilitadores como o ministro anexo Vítor Constâncio (à época governador do BdP), homens do negócio socialista como Joe Berardo e muitos outros. Aproveitando a efeméride, Filipe Pinhal, administrador do BCP e no final sucessor de Jardim Gonçalves, escreveu no jornal SOL o artigo seguinte.

1 comentário:

Unknown disse...

Não há para aì uma coisa que funciona sob o nome, e a fachada, de Ministério Público ?...