Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

31/07/2018

O berloquismo e a especulação imobiliária: conclusão e teoria da conspiração

Continuação daqui e dali.

Conclusão


Teoria da conspiração

Não é surpreendente a profusão de notícias e indignações nos média dos últimos dias a propósito do fait divers da especulação imobiliária de Robles, apenas um entre os muitos esquerdistas caviar que vivem à margem da moral hipócrita berloquista, sabendo-se que o berloquismo está tão presente e é tão querido das redacções que habitualmente "secam" estas notícias inconvenientes?

Estou tentado a adoptar a explicação de LR no Blasfémias:
«Uma imprensa tradicionalmente tão servil com o BE, que desde sempre e por tudo e por nada lhe garante tempos de antena sem nenhum contraditório e desproporcionados face à sua real implantação, não se tem calado nos últimos dias com o “folhetim robles”. Isto só tem uma explicação: interessa ao seu patrão supremo – o PS – fragilizar o Bloco.»

Sem comentários: