Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/05/2011

CASE STUDY: a pátria do capitalismo é o inferno dos capitalistas (5)

[Outros anjos caídos recentemente: (1), (2), (3) e (4)]

aqui tinha referido a acusação de Raj Rajaratnam, multimilionário fundador do Galleon Group, por inside trading. Raj acaba de ser considerado culpado de 14 actos de conspiração e fraude e pode esperar décadas de prisão. Não é extraordinária a sanha com que são perseguidos os capitalistas na pátria do capitalismo, por oposição à ternura que entre nós, anti-capitalistas encartados, são tratados e às intimidades que desfrutam com os governantes?

Repetindo o que escrevi, se a doutora Maria José Morgado por cá tivesse estes arrojos, e, acrescento agora, se em vez do emplastro houvesse um PGR,  seria pior do que o êxodo para o Brasil durante o PREC. Teríamos que implorar ao PCP que constituísse um governo de salvação nacional.

Sem comentários: