Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

12/02/2006

SERVIÇO PÚBLICO: uma ficção das nossas cabecinhas?

«No entanto, tenho ouvido muitos comentários de Portugal sobre o MIT e tenho ouvido grandes questiúnculas entre responsáveis pelo plano, ministros e inclusive primeiro-ministro. Ao contrário, procurando em todas as referências e contactos a que tenho acesso no MIT, ninguém ouviu falar do projecto MIT Portugal. O que pode ser sinal de duas coisas: 1) Eles tratam isto de uma forma muito mais profissional que nós (o que não é, seguramente, novidade); ou 2) Eles não estão sequer a tratar do assunto MIT Portugal, pelo que a coisa não é mais que uma ficção das nossas cabecinhas.» («MIT Portugal», José Crespo de Carvalho, professor do ISCTE, Semanário Económico)
Será mais uma release do Matrix reloaded pelo doutor Pinho numa co-produção com o doutor Gago? Uma ficção mortal que reivindica, até agora, 3 coordenadores do Plano Tecnológico.

Sem comentários: