Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

26/09/2006

DIÁRIO DE BORDO: Tintim no país dos sovietes (1)

Segundo as minhas estimativas, se (um grande se) houvesse no nosso país um PBL, um partido berdadeiramente liberal, a probabilidade do seu líder ser um dia 1.º ministro (vá lá, vice) seria 1/4 da probabilidade do professor Anacleto Louça estar no mesmo lugar, ou o doutor Daniel Oliveira ser o ministro da propaganda, e 1/8 da probabilidade do camarada Jerónimo ocupar o lugar de presidente do conselho dos sovietes.

Quando tiver tempo, explico-me.

(a luta continua)

Sem comentários: