Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

17/10/2007

ESTÓRIA E MORAL: O polvo socialista nunca ouviu falar de conflito de interesses

Estória

«Escritório de Vera Jardim e KPMG escolhidos para consultores do TGV
O TGV já tem consultores financeiro e jurídico. Segundo disse ao Jornal de Negócios fonte da Rave, empresa responsável pelo processo de implementação da Alta Velocidade em Portugal, já foi aprovada a escolha da consultora KPMG para a assessoria financeira do projecto, em detrimento da Deloitte e do Banco Efisa, que tinham apresentado proposta.»
(Jornal de Negócios)




O escritório de Vera Jardim é este escritório?

O Vera Jardim é este Vera Jardim?

O Sampaio é este Sampaio?

O Caldas é este Caldas?


Moral

Não basta parecer honesto, é preciso ser honesto.

PS: Um dia, após a fuga do engenheiro Guterres, o doutor Soares escreveu «ao PS fará bem uma cura de oposição ... para livrar-se de um certo oportunismo interesseiro e negocista que o atacou, como musgo viscoso». Não chegou uma cura de oposição. É preciso reenviá-lo de novo para as termas.

Sem comentários: