Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/06/2007

DIÁRIO DE BORDO: o 10 de Junho do professor Cavaco

Para quem se interroga sobre se ainda há cidadãos por encomendar no 10 de Junho, a resposta é ainda há, embora poucos.

Mas não será a raridade que atrapalha o professor Cavaco que não é homem para se encolher com as dificuldades. Lá estará ele, daqui a pouco, a pendurar comendas em mais 36 pescoços, mais 10 do que o ano passado, mais 9 do que doutor Sampaio no seu 2.º ano e, pasme-se, mais 28 do que o doutor Soares no mesmo ano. É obra.

Sem comentários: